quarta-feira, junho 08, 2005

Pedofilia. Que vergonha!

Há tempos Volta Redonda tem se destacado no cenário nacional por uma série de acontecimentos que têm levantado a estima da população. Mas essa agora é uma vergonha, não só para a Cidade do Aço, mas para todo o País. Que Deus nos perdoe a todos! Todos sim! Não é apenas o "susposto" pedófilo preso ontem o único culpado. Todos nós somos culpados por isso. Não existe mais amor nem respeito por mais ninguém. Nem por crianças, nem por elas!

Professor é detido acusado de abusar de 20 crianças

Por José Messias Xavier e Léo Gerchmann (Folhapress)

RIO DE JANEIRO, RJ, 7 de junho

A Polícia Federal prendeu hoje, em Volta Redonda (a 108 km do Rio), o engenheiro e professor de artes marciais Anderson Luís Juliano Borges Costa, 33, acusado de pedofilia e atentado violento ao pudor. Ele teria produzido fotos e filmes pornográficos com 20 crianças, duas delas já identificadas pela PF. Costa é acusado de integrar uma rede internacional, que, de acordo com análises preliminares dos investigadores federais, circula um milhão de fotografias e filmes na internet, mostrando menores, incluindo bebês, sendo vítimas de abusos sexuais. Foram cumpridos 21 mandados de busca e apreensão em nove Estados brasileiros, incluindo São Paulo. Nem Costa nem seus advogados quiseram dar entrevista. De acordo com o delegado federal Ronaldo Meneses, que coordenou a operação no Rio, há a suspeita de que os filmes produzidos por Costa, em que ele aparece abusando sexualmente de meninos de 8 a 14 anos, possam ter sido exibidos em reuniões secretas de pedófilos. "É uma linha de investigação nossa, a de que possa haver grupos fechados de homens que se reúnem para assistir aos filmes e trocar fotos, além das que já são enviadas por eles pela internet. Estamos convocando os pais para identificarem oficialmente as crianças e formalizarem a queixa-crime contra o Anderson", afirmou Meneses. O professor de artes marciais ensinava tae kwon do para crianças e adolescentes de Volta Redonda. Os investigadores federais acreditam que era nessas aulas que ele aliciava os meninos. A operação policial, batizada de "Anjo da Guarda", aconteceu em São Paulo, Rio, Maranhão, Mato Grosso, Mato Grosso do Sul, Minas Gerais, Paraná, Santa Catarina e Rio Grande do Sul. Houve prisão apenas no Rio de Janeiro. O professor de artes marciais estava sendo investigado pela Polícia Federal desde 2002. Costa aparece em uma foto apreendida pela polícia espanhola durante uma operação contra a pedofilia naquele país. Na imagem, remetida para a PF brasileira, ele estava com um menor em frente a uma placa. Usando uma lupa, os investigadores descobriram que a placa é de uma instituição de ensino de Volta Redonda. Em dezembro, uma equipe de investigadores da PF realizou uma busca na casa onde Anderson mora com os pais, no bairro Belvedere, em Volta Redonda. Apreenderam 166 CDs e dois computadores, que continham 560 mil imagens com menores _ apenas imagens de meninos foram encontradas até hoje_ sofrendo abusos sexuais. Algumas são chocantes e mostram bebês com meses de idade sendo violentados por homens. "É uma das maiores apreensões de material envolvendo pedofilia no mundo e com certeza a maior do Brasil", disse o superintendente da PF no Rio, delegado José Milton Rodrigues. Costa produziu, segundo perícia do Instituto Nacional de Criminalística, em Brasília, pelo menos mil imagens de pedofilia. Como ele viajava muito para outros Estados brasileiros, os investigadores do caso acreditam que os menores que aparecem nas imagens não sejam apenas do Rio de Janeiro. Os policiais federais também apreenderam na casa de Costa filmes, CDs e fotografias, perucas, fantasias de animais, monstros e super-heróis, além de máscaras de filmes de terror, como "Pânico" e "Sexta-Feira 13", e espadas orientais, usadas por Anderson para fantasiar os menores. Para conseguir ligar Anderson à rede internacional de pedofilia, os policiais federais conseguiram a quebra do sigilo dos provedores usados por ele para enviar e receber as imagens pornográficas. Descobriram que ele tem um site hospedado em um provedor do Leste europeu. Costa, solteiro, formado em Engenharia pela Uff (Universidade Federal Fluminense) e filho da classe média de Volta Redonda, foi preso em flagrante, com mandado da 7ª Vara Federal Criminal do Rio de Janeiro. Pode ser condenado a até 10 anos de prisão por cada criança molestada. Por ter curso superior, Costa foi levado para uma cela especial na Polinter (Polícia Interestadual), onde cumprirá os 30 dias de prisão preventiva. Roberto Maia, titular da Delegacia de Defesa Institucional (Delinst) da PF do Rio, afirmou que há 13 inquéritos envolvendo pedófilos no Estado. "É o maior número de inquéritos desse tipo do país. Nossa maior dificuldade é que essas pessoas enviam o material pela internet usando provedores do Leste europeu ou do Oriente Médio", disse Maia.

2 Comments:

Anonymous Paulo Moreira said...

Não creio que devamos ficar envergonhados porque o "suposto" (que saco essa correção política de texto jornalístico!) pedófilo é nosso vizinho. Por que VR deveria ser imune a pedófilos? Acontece nas melhores cidades...

Temos de ficar consternados com a pedofilia em si. E recuso compartilhar a culpa. Esse é um erro individual, não social.

junho 07, 2005 8:29 PM  
Anonymous Marcelo said...

Não acredito que pedofilia seja apenas um desvio de caráter, muito menos uma doença. Daí, não acredito também que seja um erro indivudual. Os pedófilos - e outros criminosos - existem apenas por causa do excesso de tolerância, ou melhor ainda, porque estamos nos acostumando com tudo. Tudo hoje tem se tornado banal. Até acreditar que a pedofilia realizada por alguém seja simplesmente um erro indiovual, que não tem nada a ver comigo. (Desde que, claro, não seja com meu filho!) Estou envergonhado sim. Não fiz nada para criar um pedófilo, mas também não fiz nada para evitar isso.

junho 08, 2005 1:27 PM  

Postar um comentário

<< Home